Alergia alimentar X Intolerância



Há quem acredite que alergia e intolerância alimentar se tratam da mesma coisa, o que não é verdade. Os sintomas podem ser parecidos e até os alimentos que causam as reações serem os mesmos. Mas se tratam de problemas diferentes, com causas e tratamentos distintos. Para entendê-los melhor, existe uma classificação geral para essas reações, que estão incluídas no tipo não tóxicas. A série de rádio do Saúde com Ciência desta semana aborda a Alimentação Infantil e traz um programa justamente para desvendar os dois termos.


As reações não tóxicas podem ser classificadas em não imunomediadas (intolerância alimentar) ou imunomediadas (hipersensibilidade alimentar ou alergia alimentar). A principal diferença entre eles é o tipo de resposta do organismo quando entre em contato com o alimento. Na alergia, ocorre uma reação anormal do sistema imunológico, que detecta o alimento como um corpo estranho e produz anticorpos. Por sua vez, a intolerância é a dificuldade do corpo em ingerir ou absorver algum nutriente, geralmente devido à falta de alguma enzima, responsável pela digestão e processamento dos alimentos.


Para diferenciá-las melhor, basta pensar na reação ao leite de vaca. Na intolerância, o corpo não produz quantidade suficiente da enzima responsável pela digestão do açúcar do leite, a lactose. Por isso, se o produto for sem lactose, na maior parte das vezes pode ser consumido normalmente. Já no caso da alergia, a pessoa não pode entrar em contato com o leite ou derivados, pois o organismo irá entendê-los como inimigos e enviar células de defesa para combatê-los.


Alergia alimentar


Os sintomas da alergia alimentar incluem febre, vômitos, diarreia, dor abdominal, erupções e coceiras na pele, falta de ar e inchaço em algumas partes do corpo. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, a alergia é mais comum em crianças, com prevalência de aproximadamente 6% em menores de três anos. Em adultos, a incidência é de 3,5%, sendo que 2,2% se referem à alergia à proteína do leite de vaca.


Intolerância alimentar


O principal nutriente que gera a intolerância alimentar é o açúcar do leite, conhecido como lactose. As causas podem ser tanto alterações no metabolismo, que não consegue fazer essa digestão por não produzir enzima suficiente, quanto por condições secundárias, como algumas verminoses, medicamentos, uso excessivo de antibióticos que podem alterar a microbiota, além de algumas doenças crônicas intestinais.