Identificando ingredientes derivados do leite nos rótulos de qualquer produto



Atenção, mamães e papais de crianças com APLV! Trouxemos hoje uma matéria da alergiaaleite.com com várias informações importantes sobre os rótulos de produtos industrializados.


Quase sempre ficamos apreensivos ao ler rótulos pois nos deparamos com nomes técnicos, científicos, de difícil entendimento e surge aquela dúvida: PODE OU NÃO PODE?


Por isto, é de extrema importância ficarmos atentos a este texto pois com ele essas dúvidas serão sandas e a segurança de sua criança estará mais garantida.


Esses são alguns dos ingredientes que não podem ser consumidos por pessoas com APLV. Esta lista deve fazer parte da sua rotina de compras de alimentos.


SUGERIMOS QUE VOCÊ IMPRIMA A LISTA E GUARDE SEMPRE CONSIGO, NA BOLSA OU NA CARTEIRA, PARA CONFERIR NA HORA DAS COMPRAS.


Verifique sempre se os alimentos que você está comprando possuem alguns desses ingredientes em sua composição.


Devem ser analisados minuciosamente os ingredientes e não a tabela nutricional.


Não existe uma lei que obrigue o fabricante a destacar a presença de proteína do leite no rótulo, como é feito com o glúten e a fenilalanina.


Vamos à lista


INGREDIENTES QUE NÃO PODEM SER CONSUMIDOS POR CRIANÇAS COM APLV:


· Lactoalbumina

· Lactoglobulina

· Fosfato de lactoalbumina

· Lactato

· Lactoferrina

· Lactulose

· Lactulona

· Caseína

· Caseína hidrolisada

· Caseinato de cálcio

· Caseinato de potássio

· Caseinato de amônia

· Caseinato de magnésio

· Caseinato de sódio (ou estabilizantes com caseinato de sódio)

· Chantilly (pode conter caseinato)

· Creme de leite

· Leite (integral, semi-desnatado, desnatado, em pó, condensado, evaporado, sem lactose, maltado, desidratado, fermentado, etc.)

· Leitelho

· Nata

· Nougat

· Soro de leite

· Soro de leite deslactosado / desmineralizado

· Gordura de leite

· Coalhada

· Proteína láctea

· Proteína de leite hidrolisada

· Whey protein (proteína do soro de leite em inglês)

· Fermento lácteo

· Gordura de manteiga, óleo de manteiga, éster de manteiga

· Composto lácteo, mistura láctea

· Lactose (é o açúcar do leite e não é alergênico, mas se tiver lactose no alimento provavelmente terá a proteína)


O leite materno é o mais rico em lactose e sempre vai haver lactose, independente de qualquer dieta materna. Por isso, lembre-se sempre de que, o que deve ser evitado é a proteína do leite e não a lactose. No entanto, se tiver “lactose” presente no rótulo de qualquer produto pode haver também a proteína e apenas por isso estes produtos devem ser evitados.


Lembre-se: a expressão “sem lactose” no rótulo não garante que o produto é seguro e será isento das proteínas. Lactose é lactose, proteína é proteína.


INGREDIENTES QUE PODEM INDICAR A PRESENÇA DE LEITE (IDEAL CONTATAR O FABRICANTE)


· Corante / saborizante caramelo

· Sabor de açúcar mascavo

· Chocolate

· Saborizantes naturais ou artificiais

· Aroma ou sabor natural ou artificial de manteiga ou margarina

· Creme de baunilha

· Creme de coco


INGREDIENTES QUE NÃO CONTÊM LEITE (APESAR DOS NOMES)


Apesar de seus nomes sugestivos, os ingredientes abaixo listados podem ser consumidos por pessoas com alergia às proteínas do leite.


· Ácido lático

· Lactato de cálcio

· Lactato de sódio

· Lactato ferroso (é um sal de ferro e surge a partir da síntese do ácido lático com o ferro) – presente em algumas papinhas industrializadas

· Estearoil Lactil lactato de Sódio

· Estearoil Lactil lactato de Cálcio

· Conservante propionato de cálcio

· Cremor de Tártaro

· Manteiga de cacau

· Leite de coco (olhe o rótulo mesmo assim)

· Gordura vegetal hidrogenada



PRODUTOS QUE CONTÊM LEITE OU DERIVADOS


· Caldo de carne industrializado (tipo Knor®)

· Iogurte

· Manteiga

· Maionese industrialisada (pode conter leite em pó)

· Margarina (pode conter leite em pó ou outro derivado de leite)

· Biscoitos recheados

· Creme para café (coffe-creamer)

· Queijos (cabra, ovelha e búfala inclusive)

· kefir

· Nata / creme de leite

· Requeijão

· Coalhada

· Pudim / Manjar

· Sorvete e alguns sorbets

· Sopas instantâneas cremosas

· Molhos cremosos para salada

· Purê de batatas / aipim / batata soutê

· Salgadinhos (batatinha frita e similares)

· Ghee (manteiga clarificada)

· Empanados

· Achocolatados (o Nescau®, apesar de não conter leite ou derivados em sua composição, hoje já está sendo rotulado como “contém traços de leite”)


PRODUTOS QUE PODEM CONTER LEITE/DERIVADOS

· Cereais matinais

· Barras de cereais

· Tofu (pode conter caseína)

· Molhos cremosos

· Sopas prontas / instantâneas cremosas

· Alguns pães

· Atum / sardinha enlatada

· Frios (presunto, mortadela, e similares)

· Patês (pode conter caseína)

· Salsichas (pode conter proteínas do leite)

· Salames (pode conter proteínas do leite)

· Massa congelada

· Nougat (torrone)

· Alguns vinhos brancos

· Alguns preparados que normalmente possuem leite em sua composição: pizza, purês e suflês, bolos, tortas, cremes, preparações gratinadas, legumes souté


OBS: Balões de festa podem conter caseína (proteína do leite) que é um dos produtos adicionados no processamento do látex. Giz de escola também pode conter caseína. No entanto, a maioria das crianças não reage a estes produtos. Consulte seu médico para tentarem juntos determinar o grau de sensibilidade do seu filho.




SOBRE OS TRAÇOS DE LEITE


Traços são pequenas partículas de proteínas (invisíveis a olhos humanos) que podem ficar nos utensílios durante o processo de lavagem dos mesmos, seja pela esponja caseira ou em produtos industrializados (ex: biscoitos). Assim, traços de leite podem estar presentes mesmo em produtos que não contêm leite, mas que compartilhem a mesma máquina de fabricação de produtos com proteína do leite. Também devem ser evitados totalmente até a liberação pelo pediatra ou gastropediatra.


Importante: Lembre-se que estas listas não são completas e os ingredientes dos produtos podem ser alterados a qualquer momento pelos fabricantes. Por isso, é sempre importante conferir todos os rótulos e não confiar na informação da amiga, da mãe ou mesmo do médico quando se trata de produtos industrializados.


Mesmo que seja um produto que já comprou, leia novamente o rótulo, pois as empresas alimentícias podem mudar um rótulo sem aviso prévio. Por este motivo não existe uma “lista segura” como muitos pais desejam.


Referências:


Health Canada, Canadian Society of Allergy ad Clinical Immunology, Anaphylaxis Canada, Allergy Asthma Information Association